FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 18 Jun 2021

Viana do Castelo presente no I Congresso Internacional do Caminho de Santiago

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo marcou presença no I Congresso Internacional do Caminho de Santiago – Caminho de Torres, no Centro Cultural de Amarante, que decorre ao longo de dois dias. O evento, que acontece em modo presencial e digital, é promovido pelas Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, do Ave, do Vale do Cavado, Douro e Tâmega e Sousa, e conta com o contributo de diversos especialistas nacionais e internacionais.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Na sua intervenção, o edil vianense destacou o Caminho Português da Costa como um fator identitário e cultural que tem contribuído de forma decisiva para o desenvolvimento económico da cidade e do concelho.

José Maria Costa entende que a promoção do Caminho Português da Costa, para além de reconhecer a identidade do território, permite a valorização do património e assume-se como uma oportunidade de cooperação entre os diferentes municípios.

Destacou a dinamização económica gerada pela promoção do Caminho, bem como a possibilidade de acrescentar valor ao território. O edil defendeu a certificação dos Caminhos para promover confiança, aumentar a segurança e a qualidade do trajeto, bem como uma coordenação nacional com a promoção de uma rede que articule os diferentes Caminhos de Santiago.

Viana do Castelo tem assistido, nos últimos anos, a um assinalável crescimento do número de peregrinos que opta por fazer o Caminho Português da Costa até Santiago de Compostela. Entre Porto e Valença, com uma distância de 149,5 quilómetros e uma dificuldade média-baixa, o Caminho conta com uma duração estimada de 7 dias. Este caminho da orla marítima parte do Porto, passando por Matosinhos, Maia, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Esposende, Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença.

Em Viana do Castelo, o Caminho Português da Costa conta com uma distância de 28,2 quilómetros, ligando a capital do distrito a Caminha, numa duração de aproximadamente 8 horas e meia de percurso.

A “Valorização dos Caminhos de Santiago – Caminho Português da Costa” resulta de uma candidatura conjunta dos 10 municípios ao Norte 2020 com o objetivo de valorizar e reconhecer oficialmente este Caminho como itinerário da peregrinação a Santiago. Esta rede intermunicipal apresenta uma imagem de marca única e uma comunicação integrada que visa potenciar o valor intrínseco do Caminho Português da Costa.

Para os caminheiros, no município vianense apresentam-se como pontos de destaque a Capela de S. Roque de Viana do Castelo, as colunas da antiga ponte de madeira (por onde passavam os peregrinos antes da existência da Ponte Eiffel) e o Hospital Velho (construído durante o século XV, com o objetivo de prestar assistência a mercadores, peregrinos e viajantes). Em finais de 2018, o Hospital Velho foi transformado em Centro Interpretativo do Caminho Português da Costa, depois de obras de reabilitação e apetrechamento. No espaço, o visitante poderá encontrar, para além de um conjunto de elementos enquadrantes e interpretativos do Caminho, um conjunto de informações relevantes para a conclusão da peregrinação. 

Em Viana do Castelo, a Igreja Paroquial de Castelo do Neiva assume-se como o mais antigo templo consagrado a Santiago, fora do território espanhol. Foi sagrado pelo Bispo Nausto no ano de 862, pouco tempo depois da descoberta do túmulo do Apóstolo.

A Câmara Municipal de Viana do Castelo apresentou, em 2019, o primeiro carimbo institucional dedicado ao Caminho Português pela Costa. O carimbo, que conta com a imagem do Centro Interpretativo do Caminho Português da Costa, foi criado para registar a passagem dos peregrinos por Viana do Castelo.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts