FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 26 Mai 2021

Escolas Secundária de Monserrate em segundo lugar nos prémios nacionais da Fundação Galp

O Agrupamento de Escolas da Gafanha da Nazaré, do distrito de Aveiro, foi o vencedor da edição deste ano do Prémio Escola Energy Up, promovido no âmbito do programa educativo Future Up, da Fundação Galp. O segundo lugar foi para o Agrupamento de Escolas de Monserrate, do distrito de Viana do Castelo.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O prémio, que consiste na instalação de painéis solares até um valor de 20 mil euros, foi atribuído ao projeto SmartAir, focado na promoção da mobilidade sustentável, que tem como ideia central a sensibilização para a retoma do uso de bicicletas ou de veículos de tração elétrica.

A edição deste ano do Prémio Escola Energy Up contou com mais de 60 candidaturas de escolas de Norte a Sul do país, segundo um comunicado divulgado pela Galp.

Além do prémio de 20 mil euros para o projeto vencedor, o júri atribuiu ainda um valor até 2.000 euros para apoio a projetos escolares na área da transição energética/inovação ao segundo classificado e um valor até 1.000 euros ao terceiro classificado.

O segundo lugar foi para o Agrupamento de Escolas de Monserrate, do distrito de Viana do Castelo, com um projeto para a criação de um banco de jardim que permite o carregamento de dispositivos eletrónicos, com recurso a energia solar, de uso livre e já implementado na escola.

Os alunos do Curso Profissional de Mecatrónica, da Escola Secundária de Monserrate (ESM), fabricaram e instalaram uma árvore solar que está pronta a fornecer a carga necessária a 12 portas USB, no âmbito de um projeto da Prova de Aptidão Profissional (PAP).

O terceiro lugar foi para o Agrupamento de Escolas Padre João Coelho Cabanita, do distrito de Faro, com um projeto integrado para a sensibilização, mobilização e promoção da transição energética, materializada com passos concretos para a descarbonização do parque escolar, através de produção fotovoltaica em regime de autoconsumo.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts