FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 13 Jan 2021

Covid-19: Pandemia já matou mais de 1,96 milhões de pessoas no mundo

 A covid-19 já matou pelo menos 1.963.557 pessoas no mundo desde o início da pandemia, em dezembro de 2019, segundo o levantamento realizado hoje pela agência de notícias AFP de fontes oficiais.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Pelo menos 91.574.350 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia, dos quais pelo menos 56.306.300 pessoas já foram consideradas curadas.

Os números baseiam-se nos levantamentos comunicados diariamente pelas autoridades de saúde de cada país até as 11:00 e não têm em consideração as revisões efetuadas posteriormente por organismos de estatística, como na Rússia, Espanha e Reino Unido.

Na terça-feira, 17.623 mortes e 737.900 novos casos foram registados em todo o mundo.

Os países que registaram o maior número de novas mortes em seus levantamentos mais recentes são os Estados Unidos com 4.473 novas mortes, México (1.314) e Reino Unido (1.243).

Os Estados Unidos são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 380.821 mortes para 22.848.706 casos, segundo o levantamento realizado pela Universidade Johns Hopkins.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são Brasil com 204.690 mortes e 8.195.637 casos, a Índia com 151.569 óbitos (10.496.367 casos), o México com 135.682 mortes (1.556.028 casos) e o Reino Unido com 83.203 óbitos (3.164.051 casos).

Entre os países mais atingidos, a Bélgica é o que apresenta o maior número de mortes em relação à sua população, com 174 mortes por 100.000 habitantes, seguida pela Eslovénia (147), Bósnia (133), Itália (132), República Checa (128).

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts