FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 11 Nov 2020

Presépios vianenses selecionados para exposições em Viseu e Pombal

Depois de terem sido apresentados no Natal passado nos museus vianenses, os presépios criados por artesãos vianenses e os pertencentes ao Museu de Artes Decorativas foram selecionados para marcarem presença em exposições em Viseu e no Pombal.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Recorde-se que, no ano transato, no âmbito da programação de Natal “Sentidos de Viana 2019-2020”, os dois principais museus de Viana do Castelo apresentaram exposições relacionadas com a Natividade. 

Nessa altura, o Museu do Traje acolheu a exposição “Natividade – 1ª edição de Presépios de Artesanato de Viana”, que contou com a colaboração de 33 artesãos vianenses.  Esta foi uma forma de divulgar o artesanato de Viana do Castelo, já que os artífices foram convidados a elaborar um presépio com inspiração na temática popular do Museu e a colocar em cada um a sua interpretação pessoal, empregando para o efeito os materiais que habitualmente utilizam nas suas obras.

A exposição foi muito bem acolhida por todos os participantes e visitantes, contando com cerca de 3.700 visitantes durante o tempo em que esteve patente ao público. Foi lançado, aquando da exposição, o repto para uma segunda edição, que prontamente foi aceite. O sucesso desta exposição levou, agora, o Município de Viseu a organizar uma exposição temporária denominada Presépios de Arte Popular, no Museu Almeida Moreira, convidando os artesãos da 1ª edição de Presépios de Artesanato de Viana a participar.

Já o Museu de Artes Decorativas apresentou, em 2019, a exposição “Natividade – Presépios Historiados”, com obras do seu acervo, referentes ao ciclo da natividade, a que se associaram obras cedidas pela Paróquia de Monserrate. As obras, concebidas em diversas técnicas e materiais, incluíram esculturas em madeira, cerâmica, marfim, pinturas a óleo sobre madeira, óleo sobre tela, relevos em madeira policromada, pintura a têmpera sobre pergaminho e desenhos a tinta-da-china.  

Durante o tempo em que esteve patente ao público a exposição foi visitada por cerca de 800 pessoas. A importância da sua temática levou, agora, o Arquivo Municipal de Pombal a solicitar algumas das obras expostas em 2019 no Museu de Artes Decorativas para uma exposição integrada na programação de Natal do Município de Pombal.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts