FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
Pedro Xavier 11 Nov 2020

Caminha vai ter Centro de Rastreio Móvel à COVID 19 a partir da próxima semana

Tendo presente o crescimento do número de infetados com COVID 19 no concelho e no distrito de Viana do Castelo, a Câmara Municipal de Caminha chegou a acordo com a empresa Unilabs Portugal para a instalação de um Centro de Rastreio Móvel, já na próxima semana, no parque de estacionamento do ferryboat.

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O centro de despistagem, que funcionará em regime “drive-trhu”, ou seja, sem que as pessoas tenham que sair das suas viaturas para realização de testes, permitirá o acesso a qualquer cidadão, com ou sem prescrição médica, criando proximidade e uma maior capacitação da região para a realização de diagnóstico à doença COVID 19 através da pesquisa ao coronavírus SARS-CoV-2 nas vias respiratórias. O método utilizado para a deteção do vírus é o PCR (Polymerase Chain Reaction), pela elevada sensibilidade e especificidade na identificação simultânea de vários genes do vírus.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Caminha, Miguel Alves, “este Centro de Rastreio que conseguimos trazer para Caminha é mais uma peça na estratégia municipal de combate à pandemia. Para além de todas as medidas que estão no terreno, para lá de todos os alertas e da ação que tem vindo a ser desenvolvida em escolas, lares, serviços públicos, comércio e na comunidade, sentimos agora, face ao aumento do número de infetados no concelho e na região, que tínhamos que agilizar a realização de teste e aproximar os equipamentos da população. A escolha do parque de estacionamento do ferryboat foi natural face às condições de circulação, acesso, visibilidade e segurança daquele espaço”.

A Unilabs Portugal realiza testes em diversos locais do país em coordenação com as autoridades de saúde, de modo a ajudar no rastreio da população a nível nacional. O Centro de Despistagem em regime “drive-trhu” permite a aproximação da testagem à população, por um lado, e a comunidade de evitar que as pessoas tenham que de deslocar a laboratórios ou instituições de saúde. O equipamento deverá ser instalado em dois dias e colocado ao dispor dos cidadãos durante a próxima semana.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts